Laríngeo? O que é isso?

Se não sabes o que é o laríngeo, eu explico.

É um chakra que está na garganta e influência, principalmente a nossa capacidade de comunicação, mas também a nossa capacidade de pôr em prática os nossos objectivos. Representado pela cor: Azul-Céu, o Laríngeo faz, também, com que as energias negativas não atinjam a cabeça (quando está equilibrado).

Tu consegues perceber se ele está equilibrado quando sentes: que te consegues comunicar com facilidade, sentes-te integrado, tens capacidade de auto descoberta, tens maior percepção do universo (tanto físico, como espiritual), tens maior consciência dos teus actos, mais facilidade em respirar, sentes que a tua energia está purificada e consequentemente sentes-te em paz.

quando o chakra está desequilibrado, sentes dificuldade de expressão, depressão, sensação de vazio na vida, começas a sentir transtornos de ansiedade, problemas de respiração e de tiróide, a tua pele começa a dar sinais de desequilíbrio e falta de autocontrolo.

Para manteres este chakra em equilíbrio, é fundamental que não guardes dentro de ti coisas que queres dizer, mesmo que não possas dizer tal como o pensas, podes sempre passar a tua mensagem de uma forma mais “amigável”, o importante é que não guardes as coisas dentro de ti. Desabafa: com alguém de confiança, com um profissional mas desabafa. A meditação já é um clássico mas é sempre essencial, foca-te na cor do chakra e faz uma meditação centrada nele. Ou então podes sempre contactar alguém que transmita de reiki para uma sessão.

Importante é mantermos os chakras equilibrados, para que não surja nenhuma doença física. Neste caso, poderiam surgir doenças: na tiróide, voz, pulmões, garganta, nariz e/ou ouvidos. Por isso, vamos trabalhar para manter os chakras sempre em equilíbrio.

Tu sentes algum destes sintomas? Comenta aqui para eu te poder ajudar.

Sem-título-1

Pequeno-Almoço

Já vos falei aqui da minha mudança alimentar, na realidade o que se passa não é só uma mudança alimentar mas esse assunto fica para outro post.

Uma mudança drástica que aconteceu assim que eu tomei esta decisão foi, sem dúvida, o meu pequeno almoço. Antes esta refeição era inexistente ou apenas uma caneca de leite com café. Sim, eu sei que faz muito mal a saúde não tomar o pequeno-almoço ou não tomar um pequeno-almoço completo, eu sei e por favor não façam isto nas vossas vidas.

Mas continuando, esta foi a primeira mudança que fiz no meu cardápio. O pequeno almoço, por isso, de vez em quando vou trazer-vos algumas sugestões, até porque agora que comecei até que me estou a divertir a procurar e a criar menus diferentes para esta refeição.

As principais diferenças que noto em mim depois que tomo o pequeno-almoço é que de forma geral e durante o dia tenho bem mais energia, estou mais bem-disposta, apetece-me fazer mais coisas. Outra coisa que tenho percebido e que pode ser só invenções da minha cabeça, é que quando chega a hora de almoço tenho mais vontade de comer, não é que tenha fome, já falamos sobre isso aqui, mas estou mais aberta a comer na hora de almoço do que se não tomasse o pequeno-almoço.

Para já o meu menu favorito são papas de aveia (com adição de canela, maçã ou banana), uma caneca de leite com café (sem açúcar) e uma peça de fruta. Mas, sabe-se lá quando muda. Já que estamos a falar neste assunto… qual é o vosso pequeno-almoço favorito? Eu estou aberta a sugestões.