Como tratas a tua coroa?

Sabias que todos nós temos uma coroa?

Existe um chakra no topo da nossa cabeça (representado pela cor: violeta) que faz a ligação com o universo e é a porta de entrada da energia que vêm de cima, chama-se: chakra da coroa. É aqui que encontramos a energia que nos transmite o significado e a sabedoria da vida.

Em termos de órgãos ele está ligado à glândula pineal, ao sistema nervoso e ao cérebro, já em termos psíquicos é ligado a atenção, entendimento e saber.

A grande função deste chakra é revitalizar o cérebro, já o resultado desta função varia consoante a fluidez da energia. Se a energia estiver a fluir bem sentimos fluidez tanto de ideias como espiritual e grande abertura de consciência, no entanto, se a energia estiver bloqueada pode resultar em: alienação, confusão, falta de inspiração, depressão, ausência de sabedoria e pode até levar a uma doença física.

Como é que eu posso tratar este chakra?

O melhor conselho que te posso dar é a meditação, é das melhores coisas que podes fazer. A par da meditação é uma boa ideia desenvolver pensamentos positivos e a tua luz interior, claro que, para isto é necessário algum policiamento da tua parte para quando estiveres a pensar em alguma coisa negativa, automaticamente cortar este pensamento e substituires por um pensamento positivo, só assim vais conseguir programar o teu cérebro para pensar de forma positiva.

Uma boa ideia é procurares alguém que transmita reiki para fazeres algumas sessões e assim equilibrares mais facilmente este chakra.

O que achas? Tens o teu chakra da coroa bloqueado ou saudável? Espero aqui a tua opinião.

Sem-título-1

Tempo é vida

Tu valorizas o teu tempo?

Sim, tu. Valorizas mesmo o teu tempo ou convences-te que sim? Porque tempo é vida. Há quem diga que tempo é dinheiro… eu acho que é vida.

Já pensaste que o tempo que tu estás sentado no sofá a fazer maratona de uma série qualquer tu podias estar a fazer acontecer? Podias estar a fazer coisas que seriam importantes para chegares onde queres.6385

Talvez sejas daqueles que dizem que os sonhos são para os escolhidos e que tu não és um desses escolhidos. Pois não, estás sentado no sofá a ver séries. As coisas não caem do céu, as coisas demoram tempo a acontecer e requerem muito trabalho. Pensa naquela pessoa que tem o trabalho de sonho, que chegou aonde tu gostarias de chegar. Essa pessoa com certeza não está sentada no sofá a ver séries. Está a trabalhar.

Eu também já tive esse problema e foi com pessoas que me disseram semelhante ao que te estou a dizer agora que eu mudei. Agora eu valorizo muito mais o meu tempo e não permito que ninguém o desvalorize. Por isso eu não gosto que se atrasem comigo e se o atraso for muito longo eu pego e vou embora, principalmente, quando já sei que a pessoa faz do atraso uma regra.

13451

Eu penso muito bem o que vou fazer com o meu tempo, quanto tempo vou passar a trabalhar, quanto tempo tenho para pôr os meus sonhos em andamento, quanto tempo tenho para ler, para estudar, para dormir, para passear, para ver séries (sim eu também vejo séries de vez em quando… normalmente à sexta feira ou ao domingo a noite um ou dois episódios). Isto tudo porque eu me respeito e por isso tenho de aproveitar ao máximo o meu tempo para fazer coisas que gosto, que me dão prazer e que me fazem alcançar os meus sonhos. Sempre ouvi o meu avô dizer: há tempo para tudo é só preciso organização. E é verdade, por muito tempo achei que não, mas é verdade. Se não consegues dedicar-te 1 ou 2 horas ao que queres dedica-te por 10 ou 30 minutos, mas dedica-te. Todos os passos são importantes para construíres respeito próprio, amor próprio e os teus sonhos.

E tu valorizas o teu tempo? Pensa nisso.

Sem-título-1

Poder do pensamento positivo

Confesso que demorei a entender o poder do pensamento positivo, este processo para mim foi muito doloroso e demorado. Foram 24 anos de trabalho duro para conseguir manter mais ou menos um pensamento positivo, nem sempre é fácil mas agora é mais constante. Durante muitos anos pensei sempre no mal primeiro, que todo o mal caia sobre mim, que eu era uma desgraçada e que ninguém estava em pior posição do que eu. Até que eu comecei a reparar que toda a minha vida “má” estava a tornar-se em algo pior ainda. Aqui o desespero tomou conta de mim.

Entrei em depressão e devido à medicação passava os dias a dormir. Não fazia mais nada, se me esquecia de tomar a medicação o meu corpo reclamava e eu sentia-me ainda pior. Foi aqui que eu piorei porque acreditava piamente que tinha nascido para sofrer e que a minha vida não ia passar daquilo.

Quando bati no fundo, parei.

Olhei à minha volta e comecei a ouvir palestras de pessoas como Oprah Winfrey e comecei a ver que a minha vida não era assim tão má, eu nunca tive de ir para a escola vestida com um saco de batatas, não ia de roupas XPTO como muitos dos meus colegas mas também não ia com sacos de batatas. E como este muitos outros exemplos.

Foi nesta hora que eu decidi TODOS os dias fazer uma lista de coisas a agradecer, 10 coisas, desde coisas muito pequeninas a coisas grandes.  Comecei também a fazer essa lista para cada coisa que me acontecia e que eu entendia como má. Isto obrigava-me a parar e pensar em coisas boas que podiam vir daquela situação. Pouco a pouco a minha forma de pensar foi mudando. Agora consigo mais naturalmente pensar no lado bom das coisas…. E sinto-me muito melhor:

1º Vivo muito mais tranquila, sem tanta ansiedade e tanto stress;

2º Estou mais aberta a novas experiências o que me abre as portas a que coisas boas aconteçam;

3º As pessoas têm mais vontade de conviver comigo porque já não sou o elemento fatalista do grupo;

4º Comecei a reparar que me sinto mais saudável depois de começar a pensar assim, com menos dores e com mais energia;

Comecei a sentir mais vontade de trabalhar e de criar novas coisas, e quando comecei a acreditar que coisas boas também me acontecem a mim comecei a acreditar que se eu arriscar e trabalhar pelos meus objectivos que consigo lá chegar e daí nasceu este blog.

E vocês já passaram por este processo? Quero saber nos comentários quem está comigo neste processo e em que fase do processo vocês estão.

Sem-título-1