Filmes: Whiplash

LifeStyle

Eu amo ver filmes biográficos, daqueles que mostram a vida de alguém que tinha um sonho, trabalhou, batalhou, chorou, desesperou e no fim venceu. É o tipo de filmes que me dá esperança e coragem. Ainda mais quando são baseados em factos reais. Fico sempre a pensar que se eles conseguiram eu também consigo. E é de um filme assim que vos venho falar hoje.

Eu postei nas Stories do meu instagram, há uns dias, um pouco da cena final do filme que é das minhas favoritas, para quem não me acompanha no instagram é @alicenquinn (adicionar o link).

É basicamente a história de um rapaz chamado Andrew, que sonha em ser baterista, mas como é óbvio ninguém acredita, embora todos acreditem que ele é excelente baterista. O filme para além de ter uma mensagem muito fixe porque transmite aquela ideia de que por muito más que as coisas estejam não desistas porque vai tudo dar certo. A fotografia do filme é muito bonita. É o tipo de filme que na distração já estamos a suster a nossa respiração por estarmos a acompanhar o drama dele. Mas melhor do que qualquer palavra fica o trailer do filme.

E então? Já viram o filme? O que acharam dele? Contem-me nos comentários o que acham do filme. 😉

Livro: A Regra dos 5 Segundos

LifeStyle

Adoro ler, sempre que possível arranjo sempre um tempinho para me sentar sossegada a ler. Gosto de quase tudo, livros que me ensinem alguma coisa e livros que me façam imaginar novos mundos. Hoje quero recomendar-vos: A Regra dos 5 segundos de Mel Robbins. Este é bem bom para aquelas pessoas que passam a vida a procrastinar e a pensar que as coisas só acontecem aos outros. Ela explica esta regra e mostra casos práticos de sucesso desta regra. Eu já comecei a aplicar assim que li o livro e por isso existe este blog e o meu instagram @alicenquinn.

IMG_0583

IMG_0584

Paginas do livro: A Regra dos 5 Segundos – Mel Robbins

E vocês já leram este livro? O que acharam dele? Eu amo… e comprovo a eficácia da regra.

Lugares

LifeStyle

DSC_0528_

Sempre gostei de ver o sítio dos outros. Lugares com história. Acho que nada conta mais sobre as pessoas do que o lugar onde moram, a disposição das coisas, o modo como elas se orientam no seu próprio espaço.

Quando falamos de lugares mais antigos e por vezes abandonados, amo imaginar como as pessoas viviam ali, como era o seu dia-a-dia.

Por isso, sempre que conheço alguém ou que convivo algum tempo com as pessoas fico sempre com curiosidade de conhecer as casas delas, não para saber o que têm dentro de casa mas para saber como vivem, para as conhecer um pouco melhor.

Na aldeia dos meus avós, fico sempre com curiosidade de ir ver as casas velhinhas dos pais e dos avós deles, para saber como era, para associar um lugar às histórias que sempre ouvi. É também por isso que amo visitar castelos, palácios, museus, conventos, ruínas, porque sempre que entro, a minha imaginação começa a trabalhar e a tentar montar o puzzle de como seria naquele tempo.

DSC_0518_

DSC_0526_

DSC_0533_