Como está a tua mente?

Já pensaste neste assunto? Já cuidaste da tua mente? Nós normalmente falamos apenas do corpo como se fosse apenas o cuidado com o corpo que importasse mas não é. Muitas vezes os problemas do corpo são somatizações daquilo que se passa na nossa cabeça, mas ninguém fala disso.

Vivemos numa sociedade onde psicólogos e psiquiatras são apenas para “malucos”, mentira. Os nossos sentimentos são capazes de coisas incríveis e quando eles não estão bem resolvidos, quando não há uma higiene mental é muito provável que daí venham problemas físicos.

Claro, que há muitas pessoas que não acreditam nisso, que é apenas genética, mas, já há vários estudos neste sentido e muitas vezes quando o problema vem da somatização de um sentimento negativo, o melhor que temos a fazer é resolver esse sentimento. Eu falo por mim, um dos grandes problemas que sempre tive foi a dificuldade em me expressar, sempre senti que tinha muitas coisas para dizer e que não era ouvida, sempre senti que tudo o que eu dizia não importava e desde sempre que os meus mais persistentes problemas de saúde são na boca e na garganta e por isso eu agora trabalho mais a minha comunicação.

É por isto que eu dou tanta importância a forma como pensamos, a forma como sentimos e a nossa higiene mental, ela é essencial. Por tudo isto eu: medito, trabalho a minha ansiedade e por tudo isto tento manter as coisas bem resolvidas na minha cabeça. Claro, que não estou a dizer que a solução passa por estarmos felizes o tempo inteiro, porque não é isso, passa por sentirmos todos os sentimentos, aceitá-los, trabalhá-los para aprendermos o que temos de aprender com eles e tirá-los de dentro de nós. Não vale ignorar os sentimentos negativos, não vale a pena fazer de conta que eles não existem porque só vamos fazer pior. É mesmo: aceitar e trabalhar o sentimento, resolver o que nos incomoda e seguir em frente, demora o teu tempo mas segue em frente, resolvida, depois dessa fase, vamos estar um passinho mais perto de quem realmente somos e por isso mais próximos da felicidade.

Já pensaste nisso? Se estás doente… já pensaste no que é que a tua doença pode ter para te dizer? Tens cuidado com a forma como te sentes? Esforçaste por resolveres bem a tua cabeça? Espero que sim, comenta aqui embaixo o que pensas sobre este assunto.

Ps. Este post não é para ser usado como desculpa para não ir ao médico, sem tens uma doença seja ela uma somatização ou não, consulta sempre um médico. 

Sem-título-1

Dia das mães

Para todas as que realmente o são, as que amam, as que cuidam, as que perdem horas de sono, as que trabalham, as que decidiram ficar em casa, as que planearam ser, as que o foram de surpresa, as que sempre quiseram ser, as que afinal quiseram ser, as que viram leoas na horas de defender os seus filhos.

A todas as mães que realmente o são. Obrigada. Embora as vezes na hora da birra não pareça… nós (vossos filhos) amamos-vos muito.