Visitar: Portimão

Fui

Para quem não sabe já lá morei, por um ano. O Algarve só tem um grande problema para quem lá mora: o verão. A calma e paz que se faz sentir o resto do ano acaba assim que se começa a sentir calor. Por um lado nesta altura do ano há mais emprego, por outro, é um inferno em todo o resto. Para sair de casa e ir trabalhar é preciso sair uma hora antes daquilo que seria habitual no resto do ano. Para ir almoçar e jantar fora… é melhor nem pensar na logística que isso exige. E o pior é que quer na estrada quer na rua os turistas acham mesmo que os algarvios não trabalham e por isso podem estar na sua vagareza morosa de quem não tem nada que fazer a não ser ir ali à praia tomar uns banhos de sol. Por isso antes de começar a falar de Portimão mesmo, deixo um pedido encarecido a todos os turistas: pelo menos na estrada vão num ritmo normal, a EN125 têm limite de 90km/h em alguns locais, não vão a 30km/h. Os moradores agradecem.

Posto isto, vamos a Portimão.

É cidade que têm um sem número de praias, falésias e paisagens naturais de chorar por mais.

Ferries

São uma ótima forma de conhecer a costa algarvia de uma forma diferente. Os bilhetes para ao longo do rio Arade, na zona ribeirinha de Portimão. Vale muito a pena para quem não enjoa.

tour_img-691385-70

imagem by: getyourguide.com

No Solo Aqua

Este é para quem vai para um orçamento mais confortável. É um local para desfrutar de uma bebida fresca, com vista privilegiada para o mar. A área circundante ao No Solo também vale a pena uma caminhada para visitar.

1

imagem by: NoSoloAqua.com

Passadiço de alvor

Já não é beeeem em Portimão mas acho que vale muito a pena pela paisagem. É um bom lugar para quem gosta de caminhar. É um local onde podemos caminhar e no fim ir mandar um belo mergulho.

e6b20fa2-0b32-471e-8386-267ba54b1043-754x394

Imagem by: nit.pt

E vocês conhecem Portimão? Deixem aqui embaixo as vossas sugestões.

 

**Imagem de capa by: http://www.donafilipahotel.com

Monsanto Panorâmico

Fui

No último post, falei de como eu amo visitar lugares abandonados, lugares com história e por isso aqui estou eu a falar de um. O famoso Panorâmico de Monsanto.

Ele foi uma obra megalómana de alguém que imaginou para aquele lugar com vista privilegiada sobre Lisboa um restaurante de luxo, abriu cordões à bolsa e começou a construir.

De restaurante teve pouco, chegou a funcionar e a receber importantes figuras, mas logo se percebeu que o lugar era pouco frequentado para os custos que tinha e fecharam. Algum tempo depois pensaram em fazer uma discoteca. Mais uma vez o mesmo problema. Fechou.

Uma vez que não trazia lucro, ficou abandonado, por muito tempo. Foi usado para fins menos lícitos e tornou-se um lugar perigoso. Até a câmara ter mandado limpar o local, contratar um segurança e abrir o velhinho restaurante de Panorâmico de Monsanto como miradouro. E é lindo….

E então? O que acharam do local? Eu amo ir lá. O sossego daquele lugar traz-me uma paz fascinante. Para ir para lá, têm duas opções, carro ou autocarro, no entanto, se optarem por autocarro é bom que tenham tudo planeado pois ainda têm de fazer uma boa caminhada até ao panorâmico e não existem restaurantes perto. Eu fui de autocarro e não me arrependo.