Organizas as tuas prioridades?

Desde sempre que ouvi o meu avô dizer que há tempo para tudo, ele dizia-me isto porque eu achava que não tinha tempo de fazer os trabalhos de casa e brincar, por isso, eu queria chegar a casa e ir brincar directamente. Ele sempre disse não a isso, primeiro tinha de fazer os trabalhos de casa e então depois podia ir brincar. Hoje em dia percebo o que é que ele me queria dizer, na verdade, todos nós temos tempo para tudo o que queremos fazer, é apenas uma questão de organização.

Para completar este pensamento do meu avô, eu sempre ouvi o meu pai dizer: dá mais trabalho fazer mal feito do que fazer bem feito. Claro que me dizia isto quando eu queria despachar os trabalhos de casa para ir brincar e depois tinha de voltar a fazer os trabalhos de casa porque tinha feito mal. Eles deram-me aqui duas lições muito importantes. E é sobre elas que vos venho falar hoje, muitas vezes achamos que não temos tempo para fazer tudo o que queremos, no entanto, se houver organização conseguimos sim fazer tudo. E que organização é esta?

É muito fácil, eu faço uma lista com tudo o que eu quero e tenho de fazer, tudo sem excepção para não me esquecer de nada. Depois, pego nessa lista e separo em 4 partes: coisas que são urgentes E importantes, coisas que não são urgentes MAS são importantes, coisas que são urgentes MAS não são importantes e coisas que não são urgentes nem importantes. O que é que isto quer dizer?

Bem… as coisas urgentes e importantes, são o tipo de coisas que têm um prazo que eu tenho de cumprir e que tenho mesmo de ser eu a fazer, são o topo da minha lista, é o mais importante.

As coisas que não são urgentes mas são importantes, são as coisas que são importantes para chegarmos aos nossos objectivos mas que não estão perto da data de entrega e por isso posso ir fazendo pouco a pouco, no entanto, é importante manter um progresso para depois não ter de fazer as coisas a correr.

As coisas que são urgentes mas não são importantes, são o tipo de coisas que têm uma data de entrega quase a fechar mas que podemos delegar a alguém.

Por fim as coisas que não são importantes nem urgentes, que como o próprio nome indica são aquelas coisas que não nos ajudam a chegar ao nosso objectivo e que não têm data para ser feitas, como: ler e-mails de publicidade, ver tv… podem ser feitos em qualquer altura e podem ser ajustados as restantes necessidades.

Esta organização, chama-se apenas prioridades. Quando tens uma lista de tudo o que tens para fazer, o teu objectivo é dar uma prioridade a todas essas coisas e esta é uma forma de conseguires fazer isso.

Claro, que não vais pôr tudo no mesmo dia, o ideal é ter apenas 1 ou 2 coisas importantes e urgentes num só dia, para conseguires fazer tudo, caso contrário vais olhar para a tua lista e procrastinar. Organiza tudo o que tens de fazer pela tua semana consoante as datas limite de entrega para conseguires fazer tudo. E depois, como é claro, no tempo que dedicares a fazer cada coisa, dedica-te a 100% a ela, não te esqueças que dá mais trabalho fazer mal do que fazer bem, simplesmente porque se fizeres mal não vais melhorar as tuas habilidades e vais ter de fazer essa mesma tarefa mais do que uma vez, quando poderias simples fazer logo bem e passar a tarefa seguinte.

E tu? Consegues gerir bem o teu tempo? Achas que este post te ajudou? Comenta e partilha este post com alguém que não consegue gerir muito bem o seu tempo.

Sem-título-1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s