Look Noite

LifeStyle

Vêm aí o verão (ou pelos menos espero que sim) e hoje venho fazer convosco um exercício que gosto muito de fazer principalmente nesta altura que é procurar pelas marcas looks. E hoje vou construir para vocês um look de verão para sair à noite que eu usaria.

 
lookNoite8Jun1

O que é que vocês acham? Eu há noite gosto de ir elegante e meio descontraída, por isso procurei um macacão para estar confortável e fresquinha no entanto procurei uns sapatos de salto para usar com o macacão, preferi nude porque acho que o macacão é bastante marcante e falando por mim eu sinto-me confortável de saltos até há hora de saltos, não fico com dor nos pés.

Como é que vocês gostam de sair à noite? Gostam deste look? Deixem o vosso comentário. 😉

10 lições que devemos aprender com “Pursuit of Happyness”

LifeStyle

É um dos meus filmes favoritos da vida e que faço questão de ver com alguma regularidade. Para já é protagonizado por Will Smith, actor de quem gosto muito e depois têm uma mensagem muito importante e que todos deveríamos prestar muita atenção nela, por isso, hoje venho apresentar-vos as 5 lições que devemos aprender com o Pursuit of Happyness.

 

1.Não julgues alguém pela aparência, tu nunca sabes o que se passa na vida da outra pessoa.

Muitas vezes se vê as pessoas a julgar as outras pelas suas atitudes num momento em específico, pela sua reacção a um determinado estímulo, pela sua aparência e sem conhecer minimamente a vida da pessoa. Muitas vezes, tratamos as pessoas, desconsiderando o que elas podem estar a passar. Não sabemos onde as pessoas moram, como moram, que dificuldades têm, se lhes morreu alguém próximo recentemente, se estão doentes, se acabaram de ser despedidas. E julgamos as pessoas por uma acção que pode ter acontecido num momento de mais stress, num momento negro das suas vidas. Isto vê-se no filme e eu pessoalmente sinto algumas vezes durante o filme que as pessoas o tratam de uma determinada maneira sem saber pelo que ele está a passar e dá-me uma certa vontade de ir lá chamar algumas pessoas à razão, não vou mentir. xD

 

2. Assume alguns riscos.

Não tenhas medo. A vida é só uma. Se queres mesmo alguma coisa, aceita os riscos que achares necessários para lá chegar. Claro, que não estou a falar de coisas que mirabolantes, estou a falar de riscos controlados. Se tens um projecto que queres pôr em prática vai lá e faz e parte do princípio que o não está garantido portanto a partir daí já é lucro. A personagem do Will Smith assume um enorme risco quando aceita o seu estágio mas no fim foi o que o fez vencer.

 

3.Não deixes que alguém dite o que tu podes ou não fazer da tua vida. Se tens algum sonho, vai atrás dele.

Esta lição está de alguma forma ligada à anterior. Se estás com medo de dar um paço pelo julgamento dos outros. ESQUECE. Vai sempre haver alguém para te criticar, ninguém é consensual e quem te quiser critica por tu ires lá e fazer mas também te critica por não fazeres. Portanto se queres vai e faz.

 

4. Faz o melhor que puderes em tudo o que te propões a fazer.

Já que vais lá fazer. Faz. E faz bem. Faz o melhor que sabes / consegues. Mete sangue, suor e lágrimas, se sabes que és capaz de fazer mais FAZ. Quando pensares que não és capaz de fazer melhor, pensa outra vez. Desafia-te. Quando parece impossível. Tenta. É assim que vais vencer.

5. Aprende a dizer NÃO.

Esta palavra apesar de só ter 3 letras é muito complicada para muita gente. Eu própria estou a trabalhar esta palavra. No filme, vemos que o Chris Gardner têm alguns problemas a dizer não e por isso têm alguns problemas ao longo da história. Por isso mesmo, não tenhas medo de dizer não. É normal dizer não. Por isso quando sentires que é hora de dizer não. Diz, não há problema de o dizer.

 

6. Põe-te em primeiro lugar.

Se há alguém perto de ti que não dá valor ao que tu fazes, ao que tu acreditas, ao que tu queres, afasta-te dessa pessoa. O que tu fazes têm sim valor bem como o que tu acreditas e queres. Há pessoas que estão ao nosso lado só para nos distrair, para nos pôr a baixo, por isso, afasta-te. Tu mereces muito melhor. No filme há duas personagens que eu vejo muito como estas pessoas tóxicas que eu te estou a falar: o “amigo” que deve 14 dólares a Chris e nunca lhos devolve e a mulher dele. Duas personagens que o estavam constantemente a pôr para baixo. Não deixes que essas pessoas estejam contigo. Dá-te valor e afasta-as.

 

 

 

7.Não dês nada como garantido.

Não sei se é preciso eu explicar alguma coisa aqui. Por muito que tu tenhas ou por muito certo que pareça algo que tenhas, tudo é efémero. Tudo passa. Coisas boas passam, coisas más também passam, tudo passa, é preciso é ser persistente e nunca te deixares ficar numa zona de segurança, porque assim, estás sempre alerta.

 

8.Aproveita os pequenos momentos que a vida te dá.

Por amor de Deus, não estejas à espera que uma coisa muito boa aconteça para seres feliz porque se estiveres à espera dessa grande coisa não vais ser feliz. Esse momento é apenas um pequeno momento na tua vida. No filme, a certa altura, no meio do desespero, o filho da personagem principal diz ao pai “Sabes? Tu és um bom pai” e são esses momentos que eu te digo para valorizares mais, coisas simples, não é preciso ganhar a lotaria para ser feliz. Aproveita cada pequeno momento da tua vida, se não dás valor aos pequenos momentos também não vais saber dar valor aos grandes, acredita em mim.

 

 

9.Não desistas de ti.

Quando achares que tudo vai correr mal. Acredita que vai correr bem. No filme há váááários momentos em que o personagem principal poderia apenas ter desistido e teria sido bem mais “fácil” mas não ele continua a lutar por dias melhores e conseguiu. E se ele conseguiu claro que tu também consegues. Tu não és nada a menos nem a mais que ele, somos todos iguais.

 

10.Acredita. As coisas vão ficar melhores.

No fundo tudo isto se resume a fé. É preciso acreditar que tudo vai correr bem, que o mundo está a teu favor, que tu consegues. Acredita e trabalha. Tu consegues. Dá tudo, acredita e chegarás lá. Provavelmente não no tempo que queres, porque há sempre contratempos, mas no tempo que tem de ser. O que interessa é que vais lá chegar.

 

É por tudo isto que eu amo este filme e vejo muitas vezes. Vocês já viram o filme? Qual destas lições vocês consideram mais importantes para a vida? Contem-me nos comentários.

O meu cabelo tipo 2.

LifeStyle

Tu também tens um cabelo tipo 2?

Então deves perceber o meu problema com o meu cabelo e o quanto eu já o odiei. Eu tenho um cabelo tipo 2. E estou quase certa que para além de tipo dois. Ele é um tipo 2A.

Muitos provavelmente não sabem o que é isto. Outros já fazem ideia. Mas eu explico.

Existem até este momento 4 tipos de cabelo, com 3 variações dentro deste tipo de cabelo.

 

Tipo 1. A B e C – que são os cabelos lisos.

Tipo 2. A B e C – que são os cabelos ondulados.

Tipo 3. A, B e C – que são os cabelos encaracolados.

Tipo 4. A, B e C – que sãos os cabelos encarapinhados.

 

Eu sou um 2A, ou seja, sou um cabelo ondulado, mas com muito pouca ondulação, tão pouca que até meio do meu fio de cabelo ele é liso e daí para baixo faz ondulações. E se é difícil até para os “profissionais” entenderem este tipo de cabelo. Até hoje só encontrei uma pessoa que o entendesse, todo o resto insiste que o meu cabelo é liso.

Qual é o problema disto?

É que por ser ondulado a “gordura” natural do cabelo tem mais dificuldades a chegar às pontas e porque naturalmente ele é menos gorduroso, ou seja, se eu não me prevenir e não usar o produtos certos tou feita ao bife com ele, fico com um autêntico esfregão de palha-de-aço na cabeça, sem forma e com muito volume.

Por conta de eu não saber de nada disto passei 20 anos da minha vida com o cabelo muito comprido para ele ficar pesado e não levantar tanto. Acreditei durante 20 anos que não ia passar daquilo, que iria ser refém do cabelo comprido e que ter um cabelo bonito era impossível.

Até que aos vinte e poucos anos vi que isto era mentira, que apenas ainda não tinha encontrado os produtos certos, mostraram-me a linha da Matrix – Repair Inside e tudo começou a melhorar. Melhorou tanto que passado dois meses de usar estes produtos cortei o cabelo num pixie super curto e estava bonito.

biolage-advanced-repair-inside-matrix-3

Problema é que entretanto mudei de cidade e deixei de ter quem entendesse o meu cabelo. E agora ando eu às cabeçadas porque também não encontro o meu produto.

Entretanto experimentei o OLÉO-CURL da Kérastase e também adoro, embora o meu cabelo não seja encaracolado, seja apenas ondulado este shampoo ajuda o meu cabelo a não levantar e a manter-se no seu formato original. O que eu tenho feito é lavar com este shampoo, durante o banho pentear o meu cabelo. Quando saio do banho penteio-o novamente aperto com a toalha. Deixo secar um pouquinho e depois passo  o creme repair inside da matrix com a biolage e deixo secar ao natural. Ele fica como novo.

oleo-curl (2)

E vocês também têm dificuldade em entender o vosso cabelo? Qual é o vosso tipo de cabelo. Deixem nos comentários.

5 Instagrams inspiradores

LifeStyle, Motivação

Há algum tempo que eu decidi reprogramar a forma como encaro a vida / forma como penso. Não é uma tarefa fácil e que requer algum esforço e dedicação. Por isso, decidi que queria receber estímulos positivos do máximo de sítios possíveis e um deles é o Instagram, por isso hoje trago-vos as 5 contas de Instagram onde mais me inspiro. Todos eles me inspiram de formas diferentes mas acho que o transversal a todas é a auto-estima.

  •  @inesnunespimentel

Ela é coach de transformação de corpo, mente e alma. Comecei a segui-la há pouco tempo e também há pouco tempo li o livro dela e sinceramente acho que vou ler mais vezes. Ela estimula-nos a cuidarmos mais do nosso corpo e a ter atenção a cada detalhe do nosso ser. Ela foi uma das grandes motivadoras para eu começar a ter mais atenção à minha alimentação e a começar a ter uma rotina de meditação. O livro fez-me ter mais certeza de que está tudo bem em sermos quem somos.

  • @garyvee

A linguagem deste instagram e do seu criador é totalmente diferente à linguagem da Inês. O Gary Vaynerchuck fala de trabalho, carreira, hustling. Ele é bem mais agressivo na sua linguagem mas a forma como ele fala e como ele pensa as questões relacionadas a este assunto faz perceber que TODOS podemos conseguir o que quisermos, temos é de trabalhar muito, nada vem sem esforço. Não existe aquela coisa de só os escolhidos é que conseguem. Faz também referência a que se estiveres a trabalhar contrariado não vale a pena, a tua vida vai custar muito mais, portanto encontra-te, descobre o que gostas e o que não gostas e trabalha.

  • @biancaandradeofical

Ela fala maioritariamente de maquilhagem. Mas fala também muito de auto-aceitação e de questões emocionais. Ela é muito bem disposta e por isso gosto tanto de a seguir. Eu acompanho-a maioritariamente no instagram porque é aqui que ela fala mais destas questões.

  • @fafellacastro

A Fafella é personal treiner e fala maioritariamente de exercício físico, alimentação saudável e um pouquinho da vida dela. É uma inspiração para quem quer ter uma alimentação saudável e praticar exercício físico regularmente e/ou ter um corpo todo tonificado.

  • @nocedanielle

Eu amo a Dani Noce. Ela é confeiteira e viaja pelo mundo todo. Ela tem um canal no youtube de gastronomia e viagens com vídeos lindos. E eu sigo-a no instagram porque ela vai dando spoilers das suas viagens e vai falando do dia-a-dia dela. E as fotografias são lindas demais.

E vocês conhecem algum destes instagrams? Deixem nos comentários dicas de instagrams para eu seguir também, aceitam-se sugestões 🙂

5 dicas para melhorar a gestão de tempo

LifeStyle

Há várias dicas que eu vos posso dar para otimizar o tempo.

Eu sempre fui muito procrastinadora. Mas têm sido uma coisa que eu tenho tentado melhorar em mim e por isso quero partilhar convosco as minhas técnicas.

1. Listas

Parece óbvio, mas funciona muito, eu prefiro fazer as minhas em papel para poder sentir o prazer de riscar a tarefa, por norma, faço as minhas já por ordem mas o mais importante de tudo é fazer uma lista de tarefas que seja possível de realizar, não vale a pena fazer uma lista com 50 itens, se sabemos de início que só vamos conseguir fazer 10, isso só vai aumentar a tua frustração e aumentar a tua vontade de procrastinar.

2. Pomodoro

Há aplicações com esta função tanto para telemóvel como para o computador. Eles bloqueiam as distrações que te façam reduzir o teu desempenho e contam o tempo que tens de estar a trabalhar até à próxima pausa, sem distrações, só assim consegues ser produtivo. Às vezes quando dá a vontade de ir ver o que se passa no Facebook ou no Instagram o aplicativo bloqueia essa acção e só volta a desbloquear quando acabou o tempo de trabalho e apenas pelo tempo que definiste como pausa. Adoro isto.

3. Reminders

Não estejas à espera de te lembrar de tudo, porque isso é humanamente impossível. O que eu faço é no mesmo caderninho onde tenho a minha to do list, vou apontando as coisas que não me posso esquecer de fazer, de comprar ou do que for. Eu não parto do princípio que me vou lembrar até porque depois fico a pensar no que não me posso esquecer enquanto estou a trabalhar e no tempo de lazer acabo por esquecer na mesma. Fica a dica.

4. Pausas

Porque é que são importantes? Porque se passares muito tempo a trabalhar sem descansar o mais provável é que no fim do tempo de trabalho o teu rendimento já não seja assim tão rentável. Ou seja, mais vale estar trabalhar 1 hora e descansar 10min do que tentar trabalhar 8 horas e ser produtivo apenas nas primeiras 2 ou 3. Aumenta a procrastinação e não aproveitas o teu tempo.

 5. Alimenta-te bem.

Aqui estou a pensar também em beber muita água. Se te alimentares bem, com comida saudável e beberes muita água sentes mais energia para trabalhar. Por isso faz as 6 refeições que necessitamos e bebe 1,50L a 2L de água, se puderes abre um pouco a janela. E vais ver a tua produtividade a aumentar bastante.

O que achaste das minhas dicas? O que fazes tu para aumentar a tua produtividade / manter o foco? Comenta aqui em baixo.

Meditação

LifeStyle

Eu sempre fui uma pessoa muito tensa, tudo me fazia perder a cabeça e tudo me chateava. Até que comecei a perceber que esse estado de espírito não é vida para ninguém e por isso comecei a procurar formas de me acalmar. Foi quando ponderei a meditação.

E não pense quem não conhece que é fácil meditar. Não é. É preciso muita disciplina e concentração. Não é só sentar, fechar os olhos e tocar com o polegar no dedo médio e esperar que o tempo passe. Porque não é … meditar é sobre ter controlo sobre a respiração, os pensamentos e as emoções. Quem quer começar a meditar muitas vezes sente-se frustrado porque assim que se começa a tentar concentrar começa a sentir comichão, picadas, começa a ouvir sons que noutro estado não ouviria mas que nesta situação o cérebro recorre a eles para se distrair.

Meditar não é não pensar em nada. Não é isso, meditar é entrar num estado de calma profunda que nos permite solucionar assuntos pendentes dentro de nós. Muitas vezes fazem-se meditações que nos fazem pensar em assuntos diversos, mas de forma relaxante e controlada. Meditar é pensar nos assuntos de forma concentrada e calma.

É tudo isto que eu medito mas principalmente para conseguir acalmar-me. Depois que comecei a meditar consigo perceber que não me enervo tanto com tantas coisas e que não ando tão tensa muscularmente. Viva à meditação e a quem a apoiar. xD

E vocês? Meditam? Têm alguma rotina neste sentido? Contem-me nos comentários o que vocês acham.

Dia das mães

Uncategorized

Para todas as que realmente o são, as que amam, as que cuidam, as que perdem horas de sono, as que trabalham, as que decidiram ficar em casa, as que planearam ser, as que o foram de surpresa, as que sempre quiseram ser, as que afinal quiseram ser, as que viram leoas na horas de defender os seus filhos.

A todas as mães que realmente o são. Obrigada. Embora as vezes na hora da birra não pareça… nós (vossos filhos) amamos-vos muito.

Auto-Conhecimento

LifeStyle

Acho que é um trabalho que nunca tem fim.

O autoconhecimento não é fácil de conseguir, passamos por muitos desafios para conseguir conhecermo-nos a nós próprios e mesmo assim quando na vida somos confrontados com momentos difíceis duvidamos.

Pessoalmente, todos os dias conheço mais um pouco de mim, pelas minhas reacções, pelos meus pensamentos, pelos meus hábitos e por aquilo que sinto que tenho de mudar, não porque a sociedade me exige mas porque eu sinto dessa forma. E não é nada fácil distinguirmos o que queremos mudar pela sociedade e o que queremos mudar por nós próprios.

É por isto que eu gosto e preciso tanto de estar sozinha, porque consigo parar, ouvir-me e perceber-me um pouco melhor. Aprendo tanto quando estou sozinha (não que não aprenda quando estou com outros, mas a melhor forma que eu tenho de aprender sobre mim é sozinha).

E vocês o que acham deste assunto? Sentem que já se conhecem a vocês próprios?

Visitar: Portimão

Fui

Para quem não sabe já lá morei, por um ano. O Algarve só tem um grande problema para quem lá mora: o verão. A calma e paz que se faz sentir o resto do ano acaba assim que se começa a sentir calor. Por um lado nesta altura do ano há mais emprego, por outro, é um inferno em todo o resto. Para sair de casa e ir trabalhar é preciso sair uma hora antes daquilo que seria habitual no resto do ano. Para ir almoçar e jantar fora… é melhor nem pensar na logística que isso exige. E o pior é que quer na estrada quer na rua os turistas acham mesmo que os algarvios não trabalham e por isso podem estar na sua vagareza morosa de quem não tem nada que fazer a não ser ir ali à praia tomar uns banhos de sol. Por isso antes de começar a falar de Portimão mesmo, deixo um pedido encarecido a todos os turistas: pelo menos na estrada vão num ritmo normal, a EN125 têm limite de 90km/h em alguns locais, não vão a 30km/h. Os moradores agradecem.

Posto isto, vamos a Portimão.

É cidade que têm um sem número de praias, falésias e paisagens naturais de chorar por mais.

Ferries

São uma ótima forma de conhecer a costa algarvia de uma forma diferente. Os bilhetes para ao longo do rio Arade, na zona ribeirinha de Portimão. Vale muito a pena para quem não enjoa.

tour_img-691385-70

imagem by: getyourguide.com

No Solo Aqua

Este é para quem vai para um orçamento mais confortável. É um local para desfrutar de uma bebida fresca, com vista privilegiada para o mar. A área circundante ao No Solo também vale a pena uma caminhada para visitar.

1

imagem by: NoSoloAqua.com

Passadiço de alvor

Já não é beeeem em Portimão mas acho que vale muito a pena pela paisagem. É um bom lugar para quem gosta de caminhar. É um local onde podemos caminhar e no fim ir mandar um belo mergulho.

e6b20fa2-0b32-471e-8386-267ba54b1043-754x394

Imagem by: nit.pt

E vocês conhecem Portimão? Deixem aqui embaixo as vossas sugestões.

 

**Imagem de capa by: http://www.donafilipahotel.com

Filmes: Whiplash

LifeStyle

Eu amo ver filmes biográficos, daqueles que mostram a vida de alguém que tinha um sonho, trabalhou, batalhou, chorou, desesperou e no fim venceu. É o tipo de filmes que me dá esperança e coragem. Ainda mais quando são baseados em factos reais. Fico sempre a pensar que se eles conseguiram eu também consigo. E é de um filme assim que vos venho falar hoje.

Eu postei nas Stories do meu instagram, há uns dias, um pouco da cena final do filme que é das minhas favoritas, para quem não me acompanha no instagram é @alicenquinn (adicionar o link).

É basicamente a história de um rapaz chamado Andrew, que sonha em ser baterista, mas como é óbvio ninguém acredita, embora todos acreditem que ele é excelente baterista. O filme para além de ter uma mensagem muito fixe porque transmite aquela ideia de que por muito más que as coisas estejam não desistas porque vai tudo dar certo. A fotografia do filme é muito bonita. É o tipo de filme que na distração já estamos a suster a nossa respiração por estarmos a acompanhar o drama dele. Mas melhor do que qualquer palavra fica o trailer do filme.

E então? Já viram o filme? O que acharam dele? Contem-me nos comentários o que acham do filme. 😉